Qual a Melhor Uva Quando for Escolher um Vinho?

Quando eu for comprar um vinho, qual uva eu devo escolher? Esta é uma pergunta que a maioria das pessoas fazem quando começam a adentrar o mundo dos vinhos e, na verdade, não possui uma resposta simples.

Colocar o nome da uva nos rótulos dos vinhos é um costume mais recente e ficou muito popular com o advento dos chamados vinhos do Novo Mundo, que são os vinhos feito fora da Europa ou do Velho Mundo.

Os vinhos que são feitos somente com uma uva são chamados varietais e os que são feitos com várias são chamados blend, uma abreviação para a palavra  assemblage, que significa corte em inglês.

Na Europa, os melhores vinhos não costumam evidenciar nos rótulos qual ou quais as uvas com que eles são feitos. Os vinhos da região de Bordeaux, por exemplo, são feitos com uma mistura de três uvas: Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. Este é o famoso corte bordalês. Alguns produtores adicionam Petit Verdot. A percentual de cada uva que entra na composição do vinho é normalmente definido pelo vinicultor e nem sempre é divulgado.

Por sua vez, o famoso vinho Châteauneuf-du-Pape é feito com uma mistura de 13 uvas, enquanto que os vinhos  produzidos na Borgonha, outra famosa região da França são produzidos predominantemente apenas com uma uva, a Chardonnay para os vinhos brancos e a Pinot Noir para os vinhos tintos.

Plantação de Pinot Noir na Borgonha, França

Coleta manual de Pinot Noir em plantação na Borgonha, França

Uma coisa importante quando se fala em uvas é o clima da região em que ela é cultivada. Algumas uvas se adaptam facilmente a diversos climas, como é o caso da Cabernet Sauvignon, que é considerada uma casta internacional, pois é plantada praticamente no mundo todo. Outras são de cultivo mais difícil, como a Pinot Noir, que é considerada uma uva muito exigente quanto ao clima. Algumas autoridades em vinho dizem que a Pinot Noir  só dá bons vinhos na Borgonha. No entanto, esta uva já tem sido plantada com resultados interessante na California, Nova Zelândia  e no Chile.

Sem dúvida alguma, é possível fazer vinhos de qualidade com todo tipo de uva e isto  depende muito mais do cuidado e da capacidade do vinicultor em criar um vinho mais  complexo e estruturado.

No entanto, determinados tipos de uvas podem soar mais agradáveis ao paladar de alguns do que outras, principalmente quando se está começando a apreciar vinhos de qualidade. Uvas como Merlot e Carmenere podem agradar mais inicialmente, pois são uvas que produzem vinhos mais suaves. Mas com o passar do tempo, as pessoas passam a gostar também de outras uvas que adicionam mais complexidade aos vinhos.