Qual a Temperatura Ideal para Servir o Vinho?

Para que se possa tirar o máximo do que um bom vinho pode oferecer, servi-lo à temperatura ideal é crucial. Na verdade, uma temperatura inadequada pode apagar completamente algumas das características do vinho, tornado-o ou excessivamente ácido ou deixando-o sem vida.

Vinho e Temperatura

Servir o vinho na temperatura ideal é muito importante preservar suas características.

Temperatura abaixo do ideal faz com que os aromas do vinho desapareçam, tornando-o muito ácido, enquanto que temperatura muito alta fará com o álcool sobressaia demais.

Não há um consenso sobre a temperatura exata para que o vinho seja servido e em alguns países a cultura local adota algumas regras que nem sempre resulta no ideal. Por exemplo, quando estive em Londres, em todos os restaurantes que freqüentei, os garçons serviam o vinho tinto na temperatura ambiente, que no mês de setembro atinge temperaturas maiores do que 25°, deixando o vinho muito longe do desejável, principalmente os de menor corpo

Mas, como regra geral, pode-se observar o seguinte:

Vinhos espumantes: deve-se servi-lo bem gelado, em torno de 5°C ou 6°C.

Vinhos brancos: servir entre 9°C e 15°C. Este intervalo pode parecer muito alto, mas a regra aqui é observar se o vinho é mais ou menos incorpado ou se o vinho passou ou não por barris de carvalho. Quanto maior for o corpo do vinho ou mais amadeirado ele for, maior sua temperatura de serviço. Um bom chadornnay concentrado, que passou vários meses em barris de carvalho, pode ser servido à uma temperatura em torno de 15°, próxima a de um tinto leve.

Vinhos tintos: servir entre 15°C e 18°C. Aqui a regra é a mesma para os brancos. Vinhos leves, como um bom beaujolais pode ser servido a uma temperatura de 15°C, enquanto que um cabernet sauvignon bem potente só terá todas as suas complexidades reveladas a uma temperatura em torno de 18°C ou mesmo 20°C.

Balde de Gelo

Controlando a temperatura do champagne com baldo de gelo.

Vinhos licorosos ou doces tipo porto: servir em torno de 11°C a 14°C.

Uma coisa importante é não colocar o vinho no congelador para que este chegue rapidamente à temperatura correta, pois isto provocará um choque térmico no vinho, o que pode arruiná-lo completamente. O correto é deixa-lo no refrigerador o tempo suficiente para que a temperatura ideal seja alcançada lentamente.

Depois de aberto, pode se controlar a temperatura com um balde de gelo, imergindo-o e tirando-o periodicamente para que não esquente ou esfrie demasiadamente.